É o fim deste blog

Neste ano o blog completará quatro anos. Ou completaria, se estivesse vivo.

Já faz algum tempo que deixei de me dedicar a publicar aqui, confesso. Mas não me arrependo. A vida tratou de me guiar para novos destinos, onde descobri outras maneiras de comunicar e informar. E não foi só eu que mudei – a cidade também.

Lá em julho de 2013, quando tudo começou, a vontade era de ter um canal para compartilhar as coisas que eu gostaria de ler. Estava vivendo e fazendo coisas que não ganhavam espaços na mídia local, como contei ao Oa recentemente. Aos poucos o blog foi ganhando sua notoriedade – por mais que eu infantilmente negasse isso. Até o fim de 2016, mais de 53 mil pessoas já haviam lido alguma coisa por aqui. Um feito e tanto para um jovem de 20 e poucos anos sem qualquer financiamento.

Muita coisa legal aconteceu nesse tempo, é claro. Fui personagem de especial sobre a cidade, entrevistei a cantora Liniker em seus primeiros shows, estive cara-a-cara com a maior cineasta brasileira, dei alguns furos e ajudei, principalmente, a atrair os olhares da cidade para a cultura que circula e é feita aqui. Teve até texto para gringo ler! Revisitar esses conteúdos e lembrar dos ‘corres’ feitos para produzi-los é bastante divertido, fora a sensação maravilhosa que é sentir a evolução do seu texto ao longo do tempo – ufa!

Acredito que colhi bons frutos. Mas ainda há outros sendo cultivados e eu sempre tive em mente que o blog teria um fim. Já não sinto mais necessidade de continuar a todo vapor por aqui. Fora as vontades de fazer coisas novas e de estar em diferentes lugares…

Então, é assim que seguiremos: o blog e a página no Facebook continuarão online, caso algo extraordinário precise ser publicado um dia, e talvez aconteçam reportagens especiais para celebrar os quatro anos em julho – talvez. E é só.

Contudo, isso não significa que deixarei de escrever – às vezes solto a letra no portal Oa e em breve assinarei textos para o site do movimento Voto Consciente Jundiaí.

Muito obrigado às pessoas que acompanharam essa odisseia e ajudaram a construir esse canal! 

I’m feeling very still and I think my spaceship knows which way to go.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s